sexta-feira, 20 de abril de 2012

Post longo, mas MUITO importante


    Hoje o post vai ser longo e mais serio, porém acho importante q leiam. Quero deixar claro que oq esta escrito à baixo é a MINHA opinião, portanto ninguém tem a obrigação de concordar com ela.
    Já estou algum tempo com esse blog e nunca manifestei claramente minha opinião sobre a Ana e Mia... Depois de varias gurias, esporadicamente, perguntarem minha posição acho que esta mais do que na hora de expor o que eu penso sobre “Essas companheiras”
    Em uma sociedade em que mais de 50% da população esta acima do peso, sou COMPLETAMENTE  a favor do emagrecimento, porém a Ana e Mia não são dietas... são doenças, vícios... de forma que não recomendaria para nenhuma garota como método de emagrecimento.
    Acredito que Ana e Mia não aparece, de uma hora pra outra, e sempre (na minha opinião) são consequências de outros motivos... de modo que não se pode simples dizer “pare com isso menina, não vê que toda essa loucura faz mal?”... e esses outros motivo, não são meramente querer ser “linda e magra”! Normalmente variam muito, mas comumente são devido algum problema como desequilíbrio familiar, traumas, Bullying e exclusão social. E sempre(ou quase sempre) essa doença esta associada à depressão.
    Dentro de toda essa situação a Ana e Mia entram com um desejo de manter o controle sobre algo ou situação, de mostrar ser capaz ou de uma autossabotagem associado a um desejo de autodestruição.
    Entre as varias meninas q conheci nos últimos meses a maior parte são de menor ou acabaram de se tornar de maior e nenhuma delas eu poderia chamar de “feia”... o que so deixa evidente como essa doença distorce a realidade... e me faz acreditar cada vez mais q mesmo q alcancemos o tal “peso tão sonhando” não vamos ficar contentes e satisfeitas com nos mesmas... porque o real problema não esta em nosso corpo... cada uma tem o real motivo guardado...muitas escondem, outras criam coragem em declara-lo... mas o fato é que  a Ana e Mia estão longe de ser o único problema para qm às tem.
    Por esses motivos se alguém tem uma data especifica em que possa falar “a partir desse dia me tornei Ana/Mia” não é verdade... pode ate ser q ela aderiu ao método de emagrecimento Ana/Mia... mas não possui o vínculo estreito como realmente as doentes e viciadas nelas tem. Anas de verdade não se olham no espelho e falam “vc esta gorda”, Anas de verdade não tem nem coragem de se olhar no espelho... e quando tem, simplesmente sentem-se amarguradas por pertencerem aquele corpo.Porque a verdade é que não queriam estar naquela vida, naquela realidade.
    Acho que so 2 meninas sabem o motivo q me levou a ser Ana, não sei se algum dia criarei coragem e exponharei minha história aqui.Mas sei q boa parte de nos temos histórias parecidas e por isso que concordo com blogs como este em que podemos desabafar sobre nosso dia e sobre nossos pensamentos sem críticas.
    Apesar de tudo, não julgo em quem segue os “métodos de emagrecimento da Ana/Mia” so com o intuito de perder uns quilinhos... pq a final, se não gostamos de ser julgadas, também não podemos julgar os outros... apenas  posso aconselhar a não seguir esse caminho...
    Para as Blogueiras Anas/Mias de plantão... sei como é importante a força e apoio que cada uma tem com a outra! Por isso incentivo que tenham blogs e q postem nele... e quero concluir dizendo que, sinceramente, podem contar comigo para o que der e vier ok?

Bjão da Alê
=*

27 comentários:

  1. "...porque o real problema não esta em nosso corpo... cada uma tem o real motivo guardado...muitas escondem, outras criam coragem em declara-lo... mas o fato é que a Ana e Mia estão longe de ser o único problema para qm às tem..."
    Você falou tudo Alê.
    Ninguém que está de fora da nossa realidade conseguem ver esse tipo de coisa.
    Não é futilidade, não é uma simples revista de moda, não é uma maldita modelo magra.
    É nossa vida.
    É tudo que sentimos a respeito de tudo.
    E talvez isso nunca mude, mas é o que é.

    ResponderExcluir
  2. AMOOOOOOOOOOOOOOR! VOCÊ ARRRRRRASOU!
    Cara, realmente tudo que você falou era verdade.
    Enfim, cara, esse blog é seu, você pode desabafar nele, o que quiser!
    1beijão, fica bem

    ResponderExcluir
  3. Oi flor, concordo com tudo o que você falou, não me considero ana nem mia, mas busco os métodos delas para chegar em minha meta, realizar o meu sonho. Todas, ou pelo menos a maioria que buscam esses métodos, são por que já sofreram tanto com o próprio corpo que a solução é ir pelo lado perigoso. Transtornos alimentares eu tenho, isso com certeza, mas me auto proclamar ana/mia não, pois eu sei que quem é vive uma doença, e não apenas uma vontade de emagrecer...

    Parabéns pelo post flor, expressar a opinião é uma das coisas que todas devemos fazer!
    Bjão e força minha linda ;*

    ResponderExcluir
  4. Eu não me considero ana, tenho um irmão que tem transtorno bipolar e TOC, já teve crises de síndrome do pânico e eu sou a filha mais normal aqui de casa, minha mãe me acha perfeita então comparando o meu psicológico com o dele, sou maravilhosa. Eu não sei fazer um regime adequado, minha irmã mais velha é uma quase thinspo e meio que todo mundo puxa o saco dela. Eu acho que tenho uma ponta de depressão, já fui no psiquiatra e ele me receitou fluxoetine (que cá entre nós é um antidepressivo fraco perto dos remédios do meu irmão) e minha mãe se recusou a comprar, disse que não precisava.

    Minha meta de emagrecimento é me sentir bem, mas acho que nao chego nem perto de ser uma ana. Eu não sei se esse blog vai me levar a desenvolver isso, eu não entendo dos fatores que levam alguém a desenvolver essa doença, mas eu já agia dessa maneira antes de criar o blog, então creio que não acontecerá nada.

    ResponderExcluir
  5. Eu não me considero Ana , mais a mia esteve sempre cmg desde pequena ai que ta, com o tempo a ana começa a te acompanhar é inevitavel...sempre fiz dietas e tal mais em uma determinada epoca da minha vida a mia voltou e a pouco tempo conheci a ana.. nao sei o real motivo mais é como se ellas dessem a força necessaria para continuar seja la pra onde for.Eu amei seu post e digo sim que mtas Anas/Mias tem depressão,por mais que seja dificil admitir.Algumas de nós talvez nem saibamos o real motivo por ter a Ana/Mia na nossa vida ou tenha medo de admitilo ateé pra nós mesmas.Gostei do post e de toda sua sinceridade,continue assim.BeijOoos ''

    ResponderExcluir
  6. Falou tudo!Também penso da mesma forma, pois há quem tenha um transtorno alimentar e quem quer ser ana/mia, mas esse querer ser ana pode levar a desenvolver algo muito mais sério!Mas realmente, há sempre algo por trás, pessoas bem consigo mesmas e com a vida não se levam a essa autodestruição, todas temos problemas muito maiores por trás e descontamos isso no espelho...

    ResponderExcluir
  7. Corcondo plenamente, nada a acrescentar.
    A gente fica assim e nem percebe, eu não acredito em "novas anas e mias"
    a gente não acorda e escolhe não comer e se sentir mal com o corpo,.eu acredito que elas sempre te acompanham e as vezes são despertadas por algum evento na vida.
    Parabéns pelo post

    ResponderExcluir
  8. Nossa chego hoje aqui e já me deparo com esse mega post! E uma coisa é verdade... Se olhar no espelho tem sido uma tortura, nem sei quanto tempo faz que não me vejo! =/
    Ta complicado...

    ResponderExcluir
  9. Olaa!
    Concordo plenamente com vc! Acho que seu post foi bem válido!
    Ninguém adquiri uma doença! Eu sempre digo no meu blog, não quero ter transtornos nenhum e não acho que ser "ana/mia" seja estilo de vida ou dieta da moda!

    Mas respeito a todos. Então digo que cada qual segue seu caminho!

    Abraços!
    Demorei chegar aqui no seu blog... mais cheguei!

    DDD*

    ResponderExcluir
  10. ''Normalmente variam muito, mas comumente são devido algum problema como desequilíbrio familiar, traumas, Bullying e exclusão social.''
    Concordo plenamente com o que você disse e o mais importante é o medo e o ódio de se olhar no espelho pelo que pode ver.
    Falou tudo mesmo, não é uma doença que simplesmente aparece, isso é relacionado com vários fatores durante toda vida da pessoa.
    Ela simplesmente começa ter isso e ponto.
    Beijo e força.

    ResponderExcluir
  11. Primeiro, parabéns pelo post.
    Realmente nem sei bem quando este transtorno começou. Sei a época em que comecei a engordar, por isso conto desde aí que foi quando comecei a ter fixação com o corpo. Ninguém deve querer entrar nisto. Eu entrei sem saber, os blogues só vim a descobrir depois. Neste tempo todo, já fui quase até aos 60 assim como já estive na casa dos 40. Tenho medo de ficar doente (se é que isto já não é...) mas não conseguiria abrir mão do controlo, simplesmente comer sem pensar, aceitar-me como sou... é difícil. Não se escolhe ser assim. Ninguém entende-nos quando fazem esses comentários. Nós não somos nenhumas retardadas que não sabemos que esta forma de levar a vida faz mal. Sabemos quais as consequências, sabemos melhor que ninguém qual o caminho politicamente correcto a seguir, mas pura e simplesmente não conseguimos ser como a maioria!
    Beijo linda.

    ResponderExcluir
  12. amore eu cooncordoo, vc falou tudo ! tbm sei que são doenças, bom, no meu caso acho q ainda não é uma doença, apenas um vício, uma forma que eu encontro para me punir sobre a minha gordura.... somos sim, diferentes.... e tbm somos tristes por dentro, sempre há mais de um motivo.
    Bjão amore *---*

    ResponderExcluir
  13. não sei bem oque dizer! vou tentar;
    Eu criei o blog para emagrecer rápido, e quando chegar a minha meta controlar para não engordar de novo.só. Entrei nessa "rede", para "roubar" o método de vocês. pensava que como vocês vivem assim e são anoréxicas vocês teriam a solução. Desde pequena vejo na escola,televisão que são doenças graves que destorce a realidade e que a pessoa emagrece até morrer. quando entrei por aqui tive até um "preconceito" de como voces são pra baixo e depressivas.
    Mas com o tempo que acompanho voces, vi que voces apenas queriam na verdade alguém que ouvisse e desse opinião e apoio já que as pessoas do dia a dia nunca entenderia vocês, aqui vocês são sinceras e só querem emagrecer que para mim é só uma opção de vida, um estilo.

    ResponderExcluir
  14. Concordo com tudo que você falou e sinceramente eu passo longe de ser uma Ana/Mia, porém procuro métodos loucos para chegar a minha visão do que é a perfeição. E é o que você falou, não é somente por causa de uma capa de revista linda, e nem é nada fútil tem muitas coisas por trás e só nós sabemos

    ResponderExcluir
  15. Concordo com isso flor.
    Ana e Mia nao sao dietas sao doenças, tbm concordo q tudo tem uma "causa" do motivo q começou, eu nao lembro do dia exatado, se nao postava sem problema, qualquer dia conto minha historia no blog.
    Muito produtiva sua critica. E isso pare com isso menina, não vê que toda essa loucura faz mal? q vc disse tbm é importante por nao decidimos a hora de parar, é meio incontrolavel ..
    Força aii ..
    bjoooos.

    ResponderExcluir
  16. Amor!Falou tudo!!
    Eu não trato mais ana e mia como minhas amigas,são só doenças psicológicas que eu tenho e que não consigo me tratar sozinha.Acho que foi a depressão que me levou a ela,não me lembro quando comecei com isso mas se eu pudesse voltar no tempo não teria feito isso comigo e com a minha vida que cada dia tem sido prejudicada com isso,deixo de levar uma vida normal com minhas colegas simplesmente para viver com isso que eu posso dizer que me completa.Não sou feliz pelo contrario tudo oque eu queria era estar livre disso mas isso não depende de mim.
    Existem mil e uma formas de emagrecer porque escolher logo essa?acho que deveriam pensar nisso quem procura essa terrivel forma de emagrecer
    Adorei o post flor
    beijos

    ResponderExcluir
  17. Ei, ótimo post!
    Sabe, realmente acredito que isso se constroi aos poucos, e dese cedo. Sei que não sou doente. Sei que sou depressiva, e isso vem de várias humilhações passadas, todas relativas ao meu peso. Sempre me senti mal com isso. Quando ainda mais nova vomitava a comida meio gsem saber o que isso envolvia e representava.
    Era puro arrependimento.
    Acho que tu tá certa, não dá pra julgar ninguém quando não queremos ser julgadas.
    To seguindo o blog! Beijão!

    ResponderExcluir
  18. Oii Alê õ/
    Sofri algumas coisas que vc citou no post sim..
    E tbm tenho a msma opiniao que a sua, Ana e Mia não se tem de um dia pro outro.. isso vai se tornando um vicio durante a vida ate chagar a doença extrema!
    Jã tentei de tudo para emagrecer, mas nunca deu certo =/
    Vou deixar só esse pequeno comentario e vou escrever mais no blog se não vai ficar muito grande aki õ/
    Da uma passada lá depois ..
    Bjão =*

    ResponderExcluir
  19. Adorei! Posso copiar? Não copiar não, muito grande... Mas vou indicar ja é?
    Detalhe: anoréxicas não gostam de se olhar nem no espelho nem diretamente!
    Eu nem preciso por minha opinião pois todos os coomentários e o que vc postou acima já mostram isso.
    Parabéns pelo post, muito bem escrito, explicativo e outros adjetivos.
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Eu olho no espelho do banheiro... que só dá para ver do peito para cima...quando me olho no espelho grande que tenho no corredor me dá uma tristeza tão grande... então eu finjo que ele não existe. Acho que minha anorexia é provocada pela minha depressão, stress pós-traumático e uma vontade extrema de me encaixar nos padrões da sociedade... principalmente porque uma das coisas que meu pai mais odeia em mim é o fato de eu ser gorda e não arrumar namorado. Atualmente não consigo comer... estou tomando o chá verde e quero emagrecer mais que tudo na vida. Tento comer, mas a culpa não deixa !!!

    ResponderExcluir
  21. Oi princesa,
    Esta certa opinião, e como ponto de vista cada um tem sua visão.
    Estou passando por uma fase bem dificil da minha vida, querendo sim perder o peso que ganhei com os remedios, não, não quero contrair mais nenhuma doença, tenho ate medo, de perder o controle, de ter o controle da fome.
    Me assusta muito estar passando horas sem vontade de comer, sentar em uma mesa de lanche da tarde com pessoas e não comer nada, pq penso em gorduras no meu corpo. sim ME ASSUSTA !!!
    BEIJOS LINDA SE PRECISAR BATER UM PAPO QUISER ME ACHAR NO MSN TE PASSO TA

    ResponderExcluir
  22. Ei linda, não acredito que não tinha comentado aqui ainda. Seu post arrasou. Concordo com tudo o que você disse.

    Num mundo onde a obesidade é enorme, onde pessoas até morrem por causa disso - problemas de corações e afins... Eu acho esse dilema ridículo. Pessoas julgam as gordas, julgam as magras, julgam as que querem engordar, julgam as que querem emagrecer.

    E o fato de ser ou não uma Ana/Mia ainda é muito complexo para minha compreensão. Todas julgam ser, todas julgam não ser. Então eu nem ligo pra quem é ou não REALMENTE. Porque todas estamos querendo é o mesmo resultado, estamos correndo atrás do mesmo objetivo. Então não me importa quem é ou não de verdade. O que importa é a amizade que a gente conquista, e a força que cada uma passa à outra.

    Adorei te conhecer também! Um grande beijo

    ResponderExcluir
  23. Nossa, posso falar?(quero t dar)
    Sério, amei o fundo, o blog ta totalmente diferentee! que saudadeees
    AMEEI.
    E concordo com tudo q vc escreveu.
    Eu acho a anorexia e bulimia são doenças suuper graves, conheci pessoas no internamento que estiveram á beira da morte, eu acho que é uma doença um pouco dificil de tratar, mas acho que é possivel.
    é preciso muuito esforço, muuita força de vontade.
    É possivel se curar!
    *Momento crise de cíumes*
    EUUU NAO SOU UMA DESSAS 2 PESSOAS PQ???????
    EU QUERO SABEEER

    Beijos
    J.S

    ResponderExcluir
  24. Faz tempo que tenho meu blog e vi poucas ou quase nenhuma ana/mia de "verdade". É bem complicado. Há meninas que estão entrando na adolescência e não sabem lidar com os próprios problemas e acabam entrando nesse mundo sem nem ao menos ter anorexia ou bulimia, pois elas confundem os sentimentos, as emoções. É triste ve-las fazendo isso, no começo parece bom e legal por causa das amizades, da ajuda e carinho, mas depois pode se tornar triste e assustador, sendo tarde demais sair disso tudo...
    Bejuh e muito bom ler seu post ;)

    ResponderExcluir
  25. Você arrasou nessa post Alê, eu penso assim também sabe. Gostaria muito que as meninas que querem se "tornar Ana" caiam na real e percebam que isso não existe. Querer ser ana ou mia do dia para noite não se compara nem um pouco com o que nós vivenciamos todos os dias aos nos olhar no espelho e ver a mesma gorda de sempre, mesmo que tenhamos emagrecido consideravelmente.
    Você tbm pode contar com meu apoio sempre e não sabia que ia deletar seus blogs... Um beijinho da Jeh

    ResponderExcluir
  26. Menina.. não te conheço mas já gostei de você! Concordo em TUDO, tudo mesmo que você falou, sem tirar nem por!!! Eu gosto do "mundo" Ana apesar de todas as loucuras, porque nunca fui julgada, esculachada ou apontaram o dedo pra mim. Na verdade acho as meninas mais sensíveis e compreensíveis que as pessoas "normais". Eu já tive uma vida semi-Ana alguns anos atrás e sai dela.. Mas quer saber? Minha vida no atual momento virou de cabeça pra baixo de uma hora pra outra e eu aceitaria ter a Ana de volta em troca de me sentir um pouco melhor comigo mesma e com meu corpo.. Mas sei que por mais que o nosso corpo pague, o problema está na mente e na distorção da nossa realidade.. Vou te seguir ok? Se quiser dar uma passada no meu blog o link tá na descrição do meu perfil. Bjs! ;)

    ResponderExcluir
  27. Vcs já viram aquela imagens tipo aparece a guria esquelética mas ela se olha no espelho e se vê gorda?Não é bem assim, as garotas se enchergam do jeito que são,magras e tudo...mas elas olham por exemplo um coxa e acham maior do que desejariam ter ou aquele gordinho do sutiã e querem eliminar essas gordurinhas indesejadas.Geralmente esse pensamento delas vem de anos,bulling,rejeição,algumas garotas eram obesas e por pressão de pai e mãe:-filha vc tem que se cuidar ser gordinha n é bom pra saúde :-como vc vai arranjar um namorado assim?:-que menina preguiçosa,vá fazer exercício.Mesmo que bem intencionados, certos comentários acabam com a auto estima dessas pessoas( garotos e garotas)principalmente adolescentes que já são meio preocupados com as mudanças do corpo.Essas garotas(os) tem a auto estima bem baixa o que contribui para se afiliarem a grupos em que recebam apoio de seus semelhantes,alguém que pense do mesmo jeito que eles.Assim se encaixam num grupo.

    ResponderExcluir